1. Jan
  2. 1990

Albano Franco

A Goiás Industrial de Jan/Fev de 1990, relata o inicio da vitoriosa carreira em Sergipe, um dos empresários mais respeitados no Brasil. Confira a Matéria!

História de Goiás

Capa revista Jan/Fev, 1990
Revista Jan/Fev, 1990

É impossível se falar em Confederação Nacional da Indústria sem se lembrar ou mencionar o nome de Albano Pimentel do Prado Franco, que neste ano iniciou o seu quarto mandato à frente da entidade. Advogado, empresário e Senador da República, começou sua carreira de dirigente sindical como presidente da Federação das Indústrias do Sergipe. Foi diretor e 2° secretário da CNI, vice-presidente do Conselho Interamericano de Comércio e Produção – Cicp – e chegou à presidente do Conselho Nacional do Senai e diretor geral do Iel, vindo a presidir também a Associação dos Industriais Latino Americanos – Aila –, além de ser membro do Conselho Superior da Previdência e Assistência Social.

Como empresário, Albano Franco ocupa os cargos de diretor superintendente da Usina São José do Pinheiro, vice-presidente da Sergipe Industrial e da Fiação e Tecelagem Nortista, é gerente da Comercial Santo Antônio e diretor das empresas Agropecuárias São José e Refresco Guararapes.

Sua atividade política teve inicio em 1964, como presidente do Centro Acadêmico Sílvio Romero, da Faculdade Federal de Sergipe, onde se diplomou em Ciências Jurídicas. Em 1968, como deputado estadual, foi presidente da Comissão de Constituição e Justiça da Assembléia Legislativa de Sergipe.

Em 1983 foi eleito senador, tendo presidido a Comissão de Minas e Energia do Senado Federal. Atualmente, é membro titular das comissões de Relações Exteriores, de Serviço Público Civil, de Fiscalização Financeira, de Economia e Finanças e de Legislação social.

Como senador da República, assinou em 1988 a nova Constituição, e participou, ainda, de 23 missões oficiais ao exterior, em 32 países, entre os quais Estados Unidos, Inglaterra, França, União Soviética, Japão, Coréia, China, Nigéria, Marrocos, Argentina e Bolívia.

Albano Franco é detentos de 51 comendas, títulos, diplomas e insígnias pelo reconhecimento ao seu desempenho nas diversas atividades que exerce como político, empresário e líder de classe, entre as quais destacam-se a Ordem do Mérito Judiciário do Trabalho, Ordem do Mérito Militar, Ordem do Mérito Judicial Militar, além de diversos outros títulos acadêmicos.

Veja a matéria: (Clique aqui)

Referência:
Albano Franco. Goiás Industrial, Goiânia, Ascom, Janeiro/Fevereiro, 1990.

Deixe seu comentário

Para comentar, você deve realizar o login. Clique aqui.