1. Feb
  2. 1999

Aquino ressalta a ajuda da CNI

Na revista Goiás Industrial de Janeiro/Fevereiro de 1999 Aquino Porto discursa na inauguração das instalações da escola em Rio Verde e ressalta a importância da CNI.

História de Goiás

Ao entregar as instalações da escola aos rioverdenses, o presidente da FIEG, José Aquino Porto, afirmou que gostaria sempre de fechar o ano velho e abrir o ano novo como fazia naquele momento. “Entre empresários, autoridades e gente simples, laboriosa e idealista que, como nós, aposta, arrisca, age e não desanima, em suma, entre companheiros e amigos, idealistas da industrialização de Goiás, pela qual a Federação das Indústrias do Estado de Goiás, pela qual a Federação das Indústrias do Estado de Goiás luta há mais de 46 anos e, entregando obras tão importantes como esta unidade de formação profissional e aprimoramento de mão-de-obra para a indústria”.

A seguir ele frisou: “Se dependesse apenas de nós, já teríamos vindo antes. Mas nem todo sonho se materializa com a pressa que desejamos. Alguns demoram mais e, por isso mesmo, superadas tantas dificuldades, se concretizam com sabor muito especial. A Escola Senai Fernando Bezerra pode ter demorado, mas veio para ficar, para crescer, para servir e para assistir à consolidação de uma das regiões mais promissoras do Brasil como realidade de trabalho, de produção, de riqueza e de bem estar coletivo. E não podia ter chegado em hora melhor”.

Relatou Aquino Porto que foi a ação conjunta Senai-Prefeitura de Rio Verde que providenciou a área, levantou as paredes, instalou os laboratórios e montou oficinas. “Não faltou a boa vontade”, garantiu, de empresas como a Perdigão, Volkswagen, Fiat, GM e Mercedes Benz, que ante a solicitação do Senai compreenderam e colaboraram com parte dos equipamentos e agregados mecânicos.

“Se a Associação Comercial e Industrial de Rio Verde não teve condições de, na primeira etapa, participar conosco da grande arrancada, com toda certeza, sua colaboração virá nas próximas oportunidades e será muito bem recebida”, destacou o presidente da Fieg.

Ajuda Nacional
José Aquino Porto explicou que ante a impossibilidade de contas com recursos daquela entidade, recorreu ao presidente do Conselho Nacional do Senai e da Confederação Nacional da Indústria, senador Fernando Bezerra que, “com a sensibilidade e a eficiência de sempre, nos proporcionou ajuda para viabilização e aquisição dos equipamentos mínimos indispensáveis. Foi assim que o incipiente Centro de Treinamento seu lugar à Escola Senai, capaz de atender as necessidade básicas das indústrias da região, as empresas existentes e as que estão chegando, trazendo esperanças para todos.”

A inauguração teve, além do presidente da FIEG, mais três oradores, todos enaltecendo a importância e grandiosidade da obra: o governado Marconi Perillo, o diretor geral do Senai, professor Alexandre Figueira Rodrigues, e a prefeita Nelci Spadoni, de Rio Verde.

Para ver a matéria original:
(Clique aqui)

Referência:
Aquino ressalta a ajuda da CNI. Goiás Industrial, Goiânia, Ascom, Janeiro/Fevereiro, 1999.

  • Capa revista Jan/Fev, 1999
  • Revista Jan/Fev, 1999

Deixe seu comentário

Para comentar, você deve realizar o login. Clique aqui.