1. Mar
  2. 2005

Precisão no processo industrial

Rede Metrológica se constitui em importante instrumento para auxiliar as empresas a serem mais competitivas, além de beneficiar o consumidor com produtos de qualidade. Leia mais:

História de Goiás

O IEL e o Sebrae celebram a efetivação da Rede Metrológica Goiás, em evento realizado em março deste ano. A ciência das medições, como é denominada a metrologia, está presente no dia-a-dia de qualquer cidadão, ao garantir a qualidade de produtos e serviços por meio da calibração de equipamentos e ensaios laboratoriais. Os procedimentos metrológicos facilitam o aceso aos padrões vigente de qualidade, em nível nacional e internacional. “A metrologia é de suma importância para a competitividade das indústrias”, comentou o presidente do conselho consultivo da Rede, Heribaldo Egídio. 

A iniciativa dotará Goiás de capacidade técnica, tecnológica e de mão-de-obra especializada, por meio de laboratórios que atuam de forma integrada. “A existência da Rede virá aprimorar os serviços de calibração e ensaio, essenciais na aferição correta do peso ou volume dos produtos, em conformidade com as informações contidas nas embalagens”, explicou Egídio. A Rede Metrológica Goiás é parceira do Inmetro, órgão responsável pela fiscalização de peso e unidade de medida dos produtos. Caberá a ela garantir a capacitação técnica dos serviços prestados pelos laboratórios de metrologia.

O governo estadual, por meio da Secretaria de Ciência e Tecnologia, também é parceiro nessa inciativa. “Com a Rede, estamos aptos a transformar o conhecimento que temos nos centros de estudos e pesquisas, em medidas, equações e ações que projetam a qualidade que é oferecido ao consumidor”, disse a secretária Raquel Teixeira. A submissão dos produtos a uma bateria de análise segundo critérios pré-estabelecidos aumentará a capacidade das indústrias goianas de competir em outros mercados.

Um exemplo disso, Furnas tem um trabalho de metrologia consolidado, que se tornou referência em Goiás.  De acordo com o gerente adjunto do Departamento de Apoio e Controle Técnica, Nilton Goulart, são realizados nos laboratórios da empresa medições de equipamentos e ensaios de solo e asfalto, concreto, mecânica das rochas, de água, análise de sistemas, construtivos, calibração de termômetros, de aparelhos de medir pressão, de balanças e de pesos padrões, além de ensaios para medir a deformação do concreto ao longo dos anos em construções pesadas, como barragens de hidrelétricas.

Para ver a matéria original:
(Clique aqui)

Referência:
Precisão no processo industrial. Goiás Industrial, Goiânia, Ascom, Março/Abril, 2005.

  • Capa revista Março/Abril, 2005
  • Revista Março/Abril, 2005

Deixe seu comentário

Para comentar, você deve realizar o login. Clique aqui.